WeCreativez WhatsApp Support
Olá! Tem alguma pergunta? Contacte-me pelo whatsapp e responderei o mais breve possível.
Olá! Tem alguma pergunta?

Teoria da Neotenia em cães: os cachorros eternos

A neotenia é a persistência de certas características infantis, tanto físicas como comportamentais, nos animais adultos.

Apesar de que nem todos os especialistas estão de acordo com a teoria de neotenia, esta baseia-se em acreditar que o processo de domesticação conseguiu travar o desenvolvimento do cão numa etapa muito parecida à das crias dos lobos. Essa paragem no desenvolvimento faz com que os cães adultos sejam mais parecidos às crias dos lobos do que aos lobos adultos, por exemplo, o tamanho do focinho, a posição das orelhas, o tamanho do pelo e o comportamento de cachorro – lamber as pessoas como demonstração de carinho, mantendo a vontade de brincar e a curiosidade ou pedindo atenção…

Dentro da neotenia podem-se identificar 5 estádios, apesar de que a posição das diferentes raças de cães pode estar entre um e outro. Estes estádios são as fases pelas quais passa uma cria de lobo antes de alcançar um ano e correspondem aos comportamentos que se podem observar nos cães adultos. São:

1. Estádio do recém-nascido

Os cães deste estádio equiparam-se às crias dos lobos de até 2 meses, que não saem da guarida e estão pegados à mãe e aos irmãos. Protegem a guarida, não têm temor, mas são desconfiados.

Os cães deste estádio caracterizam-se fisicamente por ter focinho curto, orelhas pequenas e pendentes, crânio arredondado, corpo rechonchudo e uma forma de andar trapalhona.

A nível comportamental, são cães que estão muito unidos aos seus donos, uma vez que ainda não desenvolveram o temor ou medo ao perigo, mas são muito desconfiados e tudo o que desconhecem lhes causa stress, pelo que costumam reagir agressivamente perante estímulos estranhos.

Os cães que pertencem a este grupo são principalmente os molossos, por exemplo, os mastins, bóxer ou rottweiler.

São cães guardiães, muito territoriais. Não são cães hierárquicos (a ordem hierárquica aparece entre os lobos aos três meses), pelo que respeitam o seu dono como figura maternal, mas não como chefe. Por isso, estes cães não aprenderam as leis hierárquicas que são aquelas que na natureza limitam os donos em caso de conflitos, são os mais perigosos em caso de briga. Contudo, este tipo de cães normalmente não procura briga e procuram soluções no seio da sua família.

 

2. Estádio do jogo

Equivaleria às crias de lobo de 3-4 meses de idade, as quais continuam apegadas à mãe, mas iniciam-se nas primeiras explorações, aparecendo o medo a situações novas. Não têm ainda atitudes sexuais como marcação do território. Passam grande parte do dia a brincar com os irmãos e começam a interagir com outros membros da manada, mas ainda desconfiam daqueles que não conhecem.

Fisicamente os cães neste estádio têm as orelhas mais compridas, mas ainda pendentes ou semi-erguidas, o seu focinho é alongado e têm o corpo mais ágil e proporcionado.

A nível comportamental são cães com uma energia e desejo infinito de brincar. Gostam de apanhar tudo com a boca, pelo que são muito aficionados a trazer objetos lançados. São muito afetuosos. Ainda não desenvolveram a territorialidade e começam a compreender o conceito de hierarquia. Por exemplo, os golden retriever ou os labradores.

3. Estádio parador ou interceptor

Corresponderia às crias de lobo com 4-6 meses.

São cães que fisicamente têm as orelhas erguidas ou semierguidas, o focinho longo, patas compridas e um andar ágil.

Neste estádio, os cães desenvolvem um alto interesse por objetos que se movem e tentam intercetá-los ou cortar-lhes o movimento. Este comportamento chama-se parada e é a preparação para o comportamento depredador, pelo que são excelentes para guiar gado com reações rápidas ao movimento.

A esta idade, tal como as crias dos lobos, começa-se a desenvolver a territorialidade e a hierarquização da manada, pelo que são cães com muito sentido de guarda e de pastoreio. Têm também grande capacidade de rastreio e de olfato.

Neste estádio, temos todas as raças de cães pastores, por exemplo, o border collie ou o pastor alemão.

Os animais que pertencem a este estádio neoténico são os mais flexíveis porque são quase maduros psiquicamente, mas muito apegados aos seus donos.

4. Estádio depredador

Equivaleria às crias dos lobos com 6 meses a 1 ano. Fisicamente apresentam um focinho mais alongado e músculos fortes.

São cães bastante independentes, capazes de tomar decisões, muito caçadores. São animais muito hierárquicos e costumam ser retraídos com os estranhos. Só respeitam o chefe e não a mãe, pelo que se devem tratar com retidão. Os cães nórdicos como os samoiedos e os lebreiros ou galgos são característicos deste estádio.

5. Estádio adulto

As crias dos lobos alcançam este estádio a partir do ano de vida. Neste período a sua comunicação necessita ser a grandes distâncias, pelo que deixa os latidos de cachorro para começar a uivar. Nesta etapa consolida-se como caçador em plenas faculdades e mostra o seu lado mais independente.

Fisicamente, os traços faciais dos cães deste estádio são os que mais se parecem aos lobos: orelhas erguidas e focinho comprido.

São cães muito independentes, caçadores, unidos apenas aos seus donos mais próximos e com preferência por viver em matilhas. Neste estádio encontramos, entre outros, os cães nórdicos de trenó como o husky siberiano.

Recorde que nem todas as raças se encaixam num estádio, podendo estar nalgum estádio intermédio, por exemplo, muitos cães de caça estão entre o segundo e o terceiro, uma vez que buscam em zig-zag, mas desconfiam um pouco de estranhos e não muito propensos para a brincadeira; e quase todos os cães pastores então entre o nível 3 e o 4.

De qualquer forma, cada cão é único, mas a teoria da neotenia ajuda-o a conhecer um pouco mais o comportamento do seu cão? Conte a sua experiência em “Comentários” infra! 👇

También puede interesarte…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu

Compartir esto con un amigo