WeCreativez WhatsApp Support
Olá! Tem alguma pergunta? Contacte-me pelo whatsapp e responderei o mais breve possível.
Olá! Tem alguma pergunta?

O método ABN para Matemática – Aberto Baseado em Números

A matemática, além de ser uma das disciplinas com mais chumbos, é também uma das mais criticadas e odiadas pelos alunos. Até agora tem-se vindo a ensinar aplicando regras e metodologias tradicionais e de memória… Mas o que aconteceria se os professores utilizassem métodos alternativos?

Um método que nos últimos anos conseguiu um grande desenvolvimento e resultados muito positivos nos alunos, sobretudo na atitude perante a aprendizagem da matemática e na capacidade para realizar operações de cálculo mental, é o método ABN.

Além do mais, e talvez seja essa a sua principal vantagem, os alunos que aprendem com este método resolvem os problemas de matemática entendendo o que estão a fazer e explicando o seu porquê independentemente do resultado a que chegam.

O que é o método ABN?

As siglas que formam o nome significam “Aberto Baseado em Números”, uma alternativa ao método tradicional conhecido como FBV, “Fechado Baseado em Valores”.

O criador deste método, Jaime Martínez, acredita que não se pode continuar a explicar a matemática tal como se tem vindo a fazer com os métodos tradicionais: sistemas de memorização, concentrados nos conteúdos e isolados do quotidiano. Em contraste, o ABN consiste numa metodologia aberta e natural, na qual os alunos aprendem de forma diferente, segundo as suas próprias capacidades, com situações familiares e materiais manipuláveis. Os algoritmos que se ensinam em ABN podem-se personalizar de tal maneira que a criança que precisa de mais fá-lo em mais passos e a que é capaz de fazê-lo em menos, fá-lo em menos.

Por exemplo, o método ABN, para realizar os cálculos permite colocar os números como se quer, sendo possível dar com a solução correta de diferentes formas e sem que isto influencie no resultado, já que as crianças pensam em números e não em valores.

No método tradicional, se algum número não se colocou bem – unidades com unidades, dezenas com dezenas, centenas com centenas… – o resultado da operação será incorreto. Além do mais, ao trabalhar com o número e não com os valores, também desaparecem os erros e dificuldades relacionados com o zero ao quociente na divisão e com zeros intermédios da multiplicação.

Esta é, talvez, a principal característica do método ABN, no qual a criança trabalha sobre o número e em que as unidades, as dezenas, as centenas… se compõem e descompõem livremente sem aplicar uma determinada regra ou critério para a sua solução final. Assim, em contraste com o valor posicional dos valores, trabalha-se a numeração, pelo que os cálculos de efetuam da esquerda para a direita e não ao contrário, como tradicionalmente.

Outra característica do método ABN é a importância atribuída ao componente lúdico e à manipulação, através dos quais consegue a motivação dos alunos e o aumento da sua aprendizagem.

O método ABN pode-se começar a utilizar desde a etapa da educação infantil (3 anos) até ao fim da educação primária. Nos primeiros níveis destaca a utilização de materiais manipulativos, por exemplo, jogos de cartas… com o objetivo de adquirir adequadamente a cadeia numérica e facilitar a compreensão de aprendizagens posteriores de numeração, decomposição, composição e cálculo que são exercitados nos anos seguintes e sempre trabalhando de forma combinada com a resolução de problemas.

Assim, os problemas com base em atividades e situações quotidianas têm mais importância do que nos ensinos tradicionais, uma vez que no método ABN, cada operação que a criança realiza é para resolver um problema. Esta é uma mudança significativa na metodologia, uma vez que no ensino tradicional da matemática se realizam operações de forma diferente à resolução de problemas e com números que os alunos não sabem de onde aparecem. Ao trabalhar cada operação ou algoritmo dentro da resolução de situações quotidianas produz-se uma aprendizagem matemática útil, conseguindo que o aluno encontre sentido à matemática, deixando num segundo plano o grande medo que sente perante os problemas.

O ensino da matemática pode, portanto, transformar-se num jogo, permitindo que a criança não tenha uma visão da matemática como algo com estrutura rígida, chata e distante da sua realidade. Esta experiência positiva da aprendizagem aumenta o rendimento e a motivação, ajudando a que as crianças percam o medo à matemática.

También puede interesarte…

2 Comentários. Leave new

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu

Compartir esto con un amigo