Mandalas e os benefícios terapêuticos da Arte-Terapia

Provavelmente todos já ouvimos falar sobre os mandalas, uma vez que estes se transformaram numa espécie de fenómeno que captou a atenção de muitas pessoas de todas as idades. É até possível que, alguma vez, tenhamos visto, desenhado ou pintado um. Mas, sabemos realmente o que são os mandalas?

As mandalas são oriundas da índia e são compostas por várias imagens circulares que surgem e se desenvolvem a partir de um eixo central, seguidas de uma contínua quantidade de figuras simétricas entre si, as quais se dirigem aos quatro pontos cardinais.

A palavra mandala tem a sua origem no sânscrito e significa “círculo sagrado”, palavra formada por “manda”, que significa “essência” e “la”, que significa concreção, isto é, “concreção da essência”, que não é outra coisa que não o fim último da criação de uma mandala.

Benefícios das mandalas

A mandala tem várias utilidades. Por exemplo, para os budistas, a sua função baseia-se na meditação. No entanto, também se afirma que tem fins curativos e espirituais devido ao seu desenho. Deste modo, pintar mandalas dá-os a oportunidade de trabalhar com os nossos níveis de atenção e conseguir um maior estado de descontração. Estes são alguns dos benefícios que esta prática pode trazer às nossas vidas.

  • Maior descontração. Pintar é uma forma de expressão, é divertido e consegue acalmar e despejar a mente. Não há uma forma concreta de pintar um mandala, pelo que, seja qual for a cominação cromática escolhida, o stress e a ansiedade, podem ficar atrás para dar um passo à criatividade.
  • Conseguir uma meditação mais profunda. Para os que iniciam esta prática, um dos principais objetivos é deixar de divagar entre pensamentos, emoções e movimentos corporais e descontrair ao uníssono da mente e do corpo.
  • Conseguir um equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Além de relaxar a mente e o corpo, as cores têm um efeito sobre o nosso ânimo. Neste sentido, a psicologia afirma que os tons que se utilizam têm um efeito na nossa concentração, estado de ânimo e no equilíbrio do sistema nervoso.
  • Desenvolver a criatividade. Quantas mais mandalas tiveres pintado, mais te atreverás a jogar com mais tons, cores e combinações e contrastes, e assim, desenvolverás mais tua a criatividade.
  • Conectar espiritualmente. Expressar criativamente é um facto necessário no nosso dia a dia, na nossa condição humana e também um ato que nos aproxima da tomada de consciência de nós próprios e da nossa própria existência. O objetivo aqui é conseguir ser uma pessoa que conte com uma grande fonte de inspiração.
  • Divertir-se. Esta é a principal finalidade das mandalas. Quando falamos de ter uma vida sã e equilibrada, pomo-nos sérios, mas também significa soltar-nos da nossa seriedade e divertir-nos, já que assim também potenciamos a estimulação de memória e da criatividade e nos ajudamos a nos próprios no plano físico, mental e emocional.

Benefícios da arte-terapia

 A arte-terapia é uma psicoterapia que utiliza as artes plásticas como meio para recuperar ou melhorar a saúde mental e o bem-estar emocional e social das pessoas. Normalmente, esta ajuda concentra-se na arte como a forma de comunicação, proporcionando a extensão e comunicação dos sentimentos, facilitando a reflexão, a comunicação e levando a cabo paulatinamente as mudanças de comportamento necessárias. Alguns dos benefícios da arte-terapia sobre as pessoas que a praticam.

  • Expressar sentimentos difíceis de verbalizar. Frequentemente encontramos situações nas quais nos é difícil expressar aquilo que sentimos ou que pensamos pelas vias mais tradicionais. Neste âmbito, a arte-terapia é uma ferramenta que fortalece a utilização e o desenvolvimento da expressão, ajudando a deixar sair aqueles pensamentos e sentimentos que mais custam exteriorizar.
  • Desenvolver habilidades para enfrentar determinadas emoções. Utilizar a arte-terapia para mitigar certos processos emocionais caracterizados pela tristeza poder ser muito útil para ajudar a enfrentar a situação de uma forma otimista.
  • Favorecer a imaginação e a criatividade. Utilizar este tipo de terapia permite que as pessoas potenciem a sua capacidade para poder criar desde a concentração e com a pertinente ajuda do terapeuta.
  • Aumentar a capacidade de comunicação. Utilizar a criação artística para expressar-se faz com que a pessoa adquira novas ferramentas para poder optar a uma melhor comunicação, tanto com o resto como consigo mesma.
  • Diminui os níveis de stress e ansiedade. A realização de tarefas que se relacionam com a arte e com a criatividade, oferece às pessoas uma experiência enriquecedora e agradável na qual o nível de stress e de ansiedade se vêm reduzidos.
  • Melhora a concentração, atenção e memória. No nosso dia a dia, é importante conseguir concentra-nos para ser mais eficientes ao realizar qualquer atividade. Conseguir uma concentração positiva, duradoira e estável aumenta a nossa memória, a nossa eficácia na tomada de decisões, a nossa precisão e também a nossa agilidade.

Concluindo, podemos afirmar que, tanto a utilização de mandalas, como a prática da arte-terapia, são técnicas que reúnem uma série de benefícios e que podem melhorar a nossa saúde e proporcionar-nos bem-estar emocional a muitos níveis. Além do mais, trata-se de ferramentas que são factíveis tanto em adolescentes como em adultos, sendo uma das vantagens mais destacáveis, a grande utilidade que implica a sua aplicação nos âmbitos terapêutico e educativo.

FORMAÇÃO RELACIONADA: Curso Universitário de Especialização em Arte-Terapia