Exercícios para trabalhar a concentração em crianças

Sabia que os bebés com menos de 1 ano só são capazes de manter atenção durante 2 ou 3 minutos?

A capacidade de atenção vai-se desenvolvendo à medida que se produz o desenvolvimento cognitivo da criança. Por este motivo, à medida que vai avançando no seu crescimento, é capaz de manter a atenção durante mais tempo seguido.Com intuito meramente indicativo, e tendo em conta as diferenças específicas de cada criança apresentamos a seguinte tabela de capacidade de atenção por idades:

A manutenção da atenção também é influenciada por outras variáveis como as circunstâncias nas quais se desenvolve a atividade, o contexto e outros estímulos ambientais e pessoais. Algumas destas varáveis são suscetíveis de ser controladas de forma a melhorar a atenção. Assim, neste post sugerimos algumas pautas que podem favorecer a atenção e concentração para as tarefas escolares, assim como alguns exercícios e jogos que podem servir para treinar estas capacidades a um nível geral.

Pautas para favorecer a concentração e atenção no âmbito escolar

Dormir durante o tempo necessário para evitar o cansaço em função de cada idade.

  • Ter uma boa alimentação, com alimentos ricos em fósforo, ácidos gordos Omega 3 e cálcio (entre outros), que ajude a criança a enfrentar o dia.
  • Identificar o momento do dia em que está mais predisposta para a concentração, evitando a noite e a primeira hora da manhã.
  • Procurar um espaço adequado para a atividade que vai realizar: se é o estudo, deve ser uma zona bem iluminada, silenciosa, arejada e, preferivelmente, sempre o mesmo espaço para que o associe à atividade e a predisponha à concentração.
  • Preparar os materiais que se vão utilizar para evitar interrupções durante a atividade.

  • Organizar as tarefas que se vão realizar em cada momento. No caso do estudo, é recomendável começar com tarefas de dificuldade média para a criança, seguir com as difíceis e terminar com aqueles que lhe sejam mais fáceis.
  • Fazer pausas programadas para descansar entre as atividades.
  • Evitar os elementos que a possam distrair como a televisão, o computador, o telemóvel, se não vão ser necessários para o desenvolvimento da atividade.
  • Estabelecer objetivos a curso prazo para os ir aumentando progressivamente e aproximando-os da meta desejada. A consecução dos objetivos marcados motivará a criança e aumentará a sua predisposição a continuar a trabalhar e a ir conseguindo os seguintes.
  • Reforçar os êxitos com comentários positivos e ensiná-la a autorreforçar-se para que se sinta orgulhosa do trabalho que está a realizar.

Exercícios e jogos para melhorar a concentração a nível geral

Para fortalecer a capacidade de concentração é necessário treino e este pode conseguir-se de maneira lúdica com os seguintes exercícios e jogos:

Exercícios

  • Ouvir música: sobretudo instrumental, faz com que se ativem as áreas do cérebro responsáveis da compreensão, concentração, atenção, criatividade, pensamento espontâneo, controlo cognitivo, etc.
  • Técnicas de estimulação sensorial: fomentam o desenvolvimento das capacidades sensoriais, ajudam a relaxar-se e a prestar atenção áquilo que vê e sente. Para o efeito, colocam-se umas luzes de cores na sala ou quarto com efeitos de movimentos projetados, um feixe fibras óticas ou ter objetos de diferentes texturas, diferentes sons e utilizar elementos de aromaterapia.
  • Técnicas de descontração: os exercícios de respiração também favorecem a concentração e mantêm o corpo num estado descontraído evitando o que o stress ou a ansiedade interfiram na capacidade de concentração.
  • Mindfulness: é uma técnica baseada na meditação e significa “atenção plena”. Refere-se a ser consciente e a estar atento ao momento presente, ajudando à concentração e à atenção.

Mindfulness para crianças

  • Posturas corporais: imitando o Superman ou a Wonder Woman, colocando-se comodamente com as pernas abertas, os punhos apertados e os braços estendidos, ou com as pernas abertas de modo a que os pés estejam alinhados com as ancas, esticando o corpo o mais possível, sentindo a força e como se estira cada parte do corpo.
  • Safari ou passeio de atenção plena: passear com a criança e definir o objetivo de anotar a maior quantidade de animais que possa ver (pássaros, insetos, ou qualquer coisa que ande, nade ou voe) para que concentrem os seus sentidos em encontrá-los.
  • Sentidos: animar a criança a que ative os seus sentidos (como Spiderman) para controlar o mundo que a rodeia. Deverá prestar atenção ao que ouve, vê, saboreia, cheira e toca. Pode-se fazer de maneira conjunta com todos os sentidos ao mesmo tempo, ou prestando atenção a cada sentido por separado.

Jogos

  • Puzzles: exigem uma grande concentração ao ter que observar as peças. Deve procurar aqueles que tenham um número de peças adequada à idade da criança.

  • Copiar desenhos: calcar ou copiar desenhos num papel faz com que se fixem nos detalhes que devem copiar. Também desenhar algum objeto real que atue de modelo, o que ajuda a fixar a atenção.
  • Desenhos com números: obrigam a procurar os números seguintes para unir as linhas e pintá-los depois com as cores indicadas.
  • Jogos de pares ou memory: colocam-se as cartas viradas para baixo e deve-se encontrar a carta levantando só duas cartas de cada vez. Deve-se recordar as cartas que se vão levantando e onde está cada uma para encontrar o par.
  • Encontrar as diferenças: os jogos de procurar as diferenças entre dois desenhos ajuda-o a exercitar a atenção sustentada.
  • Aprender a letra de canções e danças: ajuda a prestar atenção para compaginar o movimento com o som de maneira rítmica.
  • Sopa de letras, crucigramas e sudokus: ajudam a melhorar a atenção.
  • Labirintos: são divertidos e precisam de atenção e inteligência.
  • Mandalas: pintar qualquer desenho, especialmente ajudam à concentração e descontração.
  • Jogos tradicionais de mesa: sobe e desce, damas, xadrez, etc. São jogos que ajudam a que a criança se concentre durante longos períodos e procure estratégias para ganhar.
  • Jogos de construção: além de ajudar na concentração, favorecem o desenvolvimento motriz e a coordenação olhos-mão.
  • Fazer trabalhos manuais: origamis (figuras de papel), figuras de plasticina, areia sensorial, etc.

Podemos melhorar a capacidade de atenção e de concentração através de muitas maneiras. E tu, conheces algum jogo ou exercício que ajude as crianças nestes âmbitos? De qual gosta mais?

FORMAÇÃO RELACIONADA: Curso de PHDA: Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção