WeCreativez WhatsApp Support
Olá! Tem alguma pergunta? Contacte-me pelo whatsapp e responderei o mais breve possível.
Olá! Tem alguma pergunta?

20 personalidades famosas com dislexia

Quando falamos de dislexia, referimo-nos à perturbação de aprendizagem que implica uma certa dificuldade para ler, provocada por alguns problemas para identificar os sons da fala e para compreender como estes se relacionam com as letras e com a palavras. A dislexia é também conhecida como a dificuldade de leitura, dado que afeta as zonas do cérebro na quais se processa a linguagem.

Em geral, as pessoas que a padecem têm uma inteligência totalmente normal e, apesar de que a dislexia não tenha cura por ser congénita e não se tratar de uma doença, a detecção precoce produz uma evidente melhora nas dificuldades que implica. Não obstante, os sintomas da dislexia são difíceis de reconhecer antes que as crianças comecem a ir à escola.

São muitas as personagens históricas que se pensa que eram disléxicos. Desde o astrónomo Galileo Galilei, o científico Isaac Newton ou o inventor Thomas Edison, passando pelo primeiro Presidente dos Estados Unidos George Washington, os compositores Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven, o pintor Pablo Picasso ou Walt Disney, até chegar a nomes também célebres, mas mais recentes como Bill Gates ou o Príncipe Harry de Inglaterra. Vejamos as 20 personalidades mais célebres que se sabe que tiveram dislexia.

Personalidades famosas com dislexia

1) Albert Einstein

É considerado o científico mais famoso do séc. XX por desenvolver a teoria da relatividade. Tal como muitas outras pessoas com dislexia, Einstein começou a falar tarde, aos 6 anos. Daí que o atraso na fala também se costume chamar “síndrome de Einstein”.

2) Andy Warhol

Andrew Warhola, mais conhecido como Andy Warhol, foi artista plástico e cineasta norte-americano que teve um papel muito relevante para o nascimento e esplendor do pop art. Por outro lado, Warhol tinha problemas para se relacionar socialmente e uma personalidade imatura.

3) Cher

A famosa cantora e atriz recebeu, ao longo da sua carreira, vários prémios pelo seu talento: um Emmy, três Globos de Ouro, um Óscar… No entanto, na escola teve más experiências, pois não podia ler com a velocidade necessária para terminar os seus deveres e não conseguia lidar com a matemática.

4) Henry Ford

Trata-se do grande revolucionário da indústria do transporte e fundador da famosa marca Ford, que implicou uma transformação total na fabricação de automóveis. Durante toda a sua vida, Ford mostrou dificuldades com a leitura, pelo que preferia aprender através da prática em vez de através da leitura.

5) Jamie Oliver

O famosíssimo chef britânico construiu um império gastronómico graças aos seus programas de televisão emitidos à escala internacional e aos seus livros de cozinha. Foi curiosamente num deles onde afirmou que tinha dislexia e que só acabou de ler o seu primeiro livro aos 38 anos.

6) Jay Leno

O veterano cómico e apresentador de televisão, célebre por dirigir o late-night da NBC “The Tonight Show”, entre 1992 e 2014, ano no qual foi substituído por Jimmy Fallon, afirmou que a dislexia o tinha ajudado a dar forma à sua ética de trabalho.

7) Jennifer Aniston

A atriz da série “Friends”, na qual interpreta a personagem de Rachel, garantiu ter dislexia e admitiu que não só a afetou no seu rendimento académico, como também teve problemas de autoestima durantes muito tempo. No entanto, conseguiu ultrapassar os problemas e consagrar-se como uma das atrizes mais populares e melhor pagas de Hollywood.

8) John Lennon

O mítico músico dos Beatles teve muitos problemas na escola, especialmente para memorizar. Era um estudante despreocupado, que dedicava as aulas a desenhar banda desenhada e a imitar os seus professores. Apesar do seu comportamento e do seu conflituoso ambiente familiar, conseguiu consolidar a sua banda, junto com os seus três companheiros, no quarteto mais famoso da história.

9) John F. Kennedy

Foi o Presidente mais jovem de Estados Unidos a pesar uma infância doentia e à sombra do seu irmão mais velho Joe. JFK foi quase um mito do século XX e continua sendo uma personagem histórica fascinante. Diagnosticaram-lhe dislexia, o que não lhe impediu estudar em Harvard nem de prestar serviço na Marinha.

10) Johnny Depp

O intérprete de personagens tão carismáticos como Eduardo Mãos de Tesoura ou o Capitão Jack Sparrow também tem dislexia. No entanto, o próprio ator sempre considerou que foi esta condição que o levou à fama, pois graças a ela se apercebeu de que a sua vocação era atuar.

11) Marlon Brando

Um dos atores mais emblemáticos e legendários de Hollywood, com dezenas de filmes realizados, dos quais destaca O Padrinho (1972). Apesar do sucesso na sua carreira, durante a sua infância sofreu alguns dos problemas próprios da dislexia e alguns problemas de comportamento que implicaram várias expulsões da escola.

12) Muhammad Ali

O boxeador mais famoso de todos os tempos, lutou toda a sua vida também contra a dislexia. Foi o próprio que contou que tinha dificuldades em ler livros de texto na secundária, mas, ainda assim, consegui terminá-la. Mais tarde, com 18 anos, obteve a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos e aos 22 anos consagrou-se campeão mundial dos pesos pesados.

13) Noel Gallagher

O líder da banda de rock Oasis cresceu em Manchester, onde lhe foi diagnosticada dislexia. Devido aos poucos recursos, teve uma infância difícil. A dislexia, no entanto, não afetou a sua vida profissional, dado que, apesar de ter dificuldade de aprendizagem devido a uma gaguez precoce, pôde-se dedicar àquilo que sempre tinha sonhado.

14) Roald Dahl

O escritor galês, mundialmente reconhecido pelas suas obras infantis e juvenis, aproveitou o seu gosto pela escrita para tratar a dislexia, um problema que o acompanhou toda a sua vida, que sempre encarou com fantasia e humor. Dahl, utilizou as suas dificuldades com a linguagem e a escrita para mostrar à sociedade que a mesma não se devia tratar como um problema.

15) Stephen Hawking

O físico e cosmológico que apesar de pôr as teorias sobre a origem do universo ao alcance de todos, nunca ganhou o prémio Nobel. Durante a sua vida, padeceu várias doenças, entre elas, alguns problemas de aprendizagem derivados da dislexia. Contudo, a sua inteligência emocional sempre esteve plenamente desenvolvida.

16) Steve Jobs

Revolucionou o mundo da tecnologia ao desenvolver o primeiro computador Macintosh, o iPod e o iPhone e tantos outros produtos de Apple. Apesar de ter demonstrado ser muito inteligente em criança, viveu muita frustração na educação formal, o que o levou a trabalhar na electrónica com o seu pai na garagem da família, onde começou a desenvolver as suas habilidades.

17) Steven Spielberg

Diretor, guionista e produtor de cinema, é uma das grandes personalidades com dislexia e a quem se atribui uma perturbação no desenvolvimento devido à sua incapacidade de se relacionar e aos vários problemas que o próprio cineasta assegurou ter padecido durante a sua infância. Por exemplo, demorou dois anos mais do que os seus colegas de turma a aprender a ler (nos anos 50 a detecção da dislexia em crianças não estava tão avançada).

18) Thalía

No caso da cantora mexicana, a dislexia vem de família (a dislexia é uma característica congénita e, portanto, também é hereditária, em geral). Apesar das dificuldades que lhe surgiram por esse motivo, conseguiu desenvolver o seu talento e carreira musical, apesar de que, em ocasiões, se esqueceu ou teve de mudar a letra de algumas canções.

19) Tommy Hilfiger

O prestigioso estilista comunicou a sua dislexia, afirmando que tinha sofrido dificuldades de aprendizagem e de atenção. Aproveitou o lançamento do seu livro American Dreamer para descrever os problemas com que se deparou, especialmente na leitura.

20) Will Smith

O extrovertido e famoso ator com uma carreira de sucesso, não teve a vida fácil em criança. Foi-lhe diagnosticada dislexia a partir dos seus problemas de atenção e da sua constante hiperatividade, o que não constituiu um obstáculo para que se concentrasse na sua carreira.

Como podemos observar, a dislexia pode afetar a qualquer pessoa independentemente do seu status, da sua condição ou da sua profissão. De facto, é cada vez mais comum encontrar este tipo de dificuldades de aprendizagem em milhares de pessoas, devido à crescente sensibilização e evidente evolução no seu diagnóstico. No entanto, continua a ser uma perturbação que pode implicar que as crianças que têm dislexia tenham um maior risco de sofrer também uma perturbação de hiperativade e défice de atenção e vice-versa, se não são detectados e tratados cedo e corretamente.

FORMAÇÃO RELACIONADA: Curso de Dislexia e outras Dificuldades de Aprendizagem

También puede interesarte…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu

Compartir esto con un amigo